Sobre Gemologia

Gemologia é a ciência dedicada às gemas lapidadas, popularmente conhecidas como pedras preciosas, artigos de alto valor econômico e caracterizadas por sua raridade na natureza sendo com frequência, utilizadas como matéria-prima na confecção de joias e artigos de luxo em geral.

Este campo de atuação contempla desde a composição e identificação das gemas até os sistemas de classificação que determinam sua qualidade e valor, abrangendo questões técnicas e de mercado.

Um profissional especializado nessa área é indispensável para garantir a qualidade e autenticidade das gemas, agregando credibilidade e valor por meio de análise e certificação.

As variedades de minerais na gemologia são divididos em três grupos: diamantes, gemas coradas e gemas orgânicas, de acordo com suas particularidades.

Diamantes

O diamante é o mais popular e desejado entre as gemas. Responsável por alto valor econômico e com frequência elegido como símbolo emocional representando momentos especiais.

Quando pensamos em brilho e perfeição, o diamante é único. A exclusividade da sua composição e condições nas quais é formado o torna ainda uma gema que se supera em relação a durabilidade.

Devido a sua importância, a análise de qualidade é feita de forma minuciosa, atendendo a critérios rigorosos. Os 4 Cs (Cor, Pureza, Lapidação e Peso da gema) é um sistema internacionalmente aplicado na avaliação de um diamante.

Gemas coradas

Gemas coradas são todos os minerais que não são classificados como diamantes ou gemas orgânicas. Podemos citar entre as mais populares as esmeraldas, rubis e safiras.

A natureza nos beneficia com vasta abundância em cores, raridade, composição e beleza, pois cada variedade de gema corada possui aspectos particulares e únicos.

Para respeitar as características de cada tipo de gema corada elas são classificadas em grupos e variedades.

Pérolas cultivadas

É a gema mais importante entre as orgânicas e representa uma das mais populares. Podemos citar também como importantes gemas orgânicas o coral, marfim e âmbar.

A sua formação ocorre de forma muito particular, exigindo atenção e cuidados especiais desde o seu cultivo até o uso no dia-dia.

Podemos dizer que pérola é, entre todas as gemas, aquela cuja a pureza e integridade de sua origem são mantidas, considerando que após ser colhida da ostra, não recebe intervenções como lapidação, por exemplo.

Para avaliar a qualidade de uma pérola são analisados critérios importantes como: formato, cor, tamanho, lustre, qualidade do nácar e qualidade da superfície.

© 2013 Amanda Salgado - AS Gemologia | Todos os direitos reservados